18 outubro 2007

Os últimos a saber

Você acabou de entrar na faculdade, está fazendo o que gosta, conquistando aos poucos sua independência, vai lutar com todas as armas para conseguir um estágio, tem o sonho de fazer um intercâmbio, é inovador, é jovem, é utópico, acha que os bancos só servem para explorar o povo e ainda acredita que pode fazer alguma coisa para salvar o planeta.

Este não é o meu perfil, mas é o perfil de milhares de clientes do Real Universitário - um grupo de serviços da ABN Amro Bank, também conhecido como Banco Real, destinados aos jovens estudantes. A comunicação do Banco Real é forte e vai direto ao ponto quando quer falar com este público. Sabe aquela coisa que "deu certo"? Este é o caso do posicionamento do Real Universitário.

Que, definitivamente, não é o mesmo caso do Banco Universitário ou Santander Universidades. Um grupo de serviços que não tem apelo, que cairam no "lugar comum" e que só são lembrados quando se trata de parcerias com fundações estrangeiras e bolsas para Pós-graduação no exterior (porque isso eles realmente fazem).

Mas e agora? Com a aquisição das ações majoritárias do Banco Real pelo Grupo Santander e com a decisão assumida de unificar as marcas no país, como é que os clientes ficam?

Ainda esta semana, o Banco Real investiu em R$10 mi em uma campanha para "estreitar o relacionamento com os clientes". Apesar da transição das marcas para a unificação ser estimada em até três anos, como afirma Arnaldo Rabelo, será que eles estão realmente preocupados com este relacionamento - me pergunto.

Changing subjects:

Seu Orkut também está gripado? Ou será apenas um resfriado. Manhã de quinta-feira e até agora o blog oficial da rede não informou nada sobre o ocorrido. Eles ainda estão no Dia das Crianças (!).

P.S: acho que existe algum provérbio que diz que os clientes são os últimos a saber... Ou seriam os maridos traídos????

P.S.2: sou cliente do Bradesco.

Marketing para adolescentes

Cada vez menos manipulável, hoje o mercado adolescente consome mídia desde cedo, através do celular, brinquedos, TV, Internet, entre outros meios. O imediatismo aparece como uma das necessidades básicas dos futuros consumidores, basta perceber, por exemplo, quando uma fotografia é tirada em uma máquina digital e imediatamente o fotógrafo é cercado pelos “modelos” que pedem para ver o resultado instantâneo.

O público adolescente é visto pelo mercado com muito cuidado. Assim como sua característica é mudar de opinião facilmente, estes consumidores fazem com que empresas desenvolvam novas estratégias de marketing para atingi-los sem causar a antipatia nestes jovens. Diversas empresas estão se adaptando a este modelo de consumidor e muitas já têm setores direcionados aos adolescentes. O que poucas sabem, no entanto, é que neste mercado as marcas pouco apitam nas decisões deles e a busca é sempre por novidades. Por isso, é fundamental estudar o comportamento, as tendências, hábitos e valores com relação a bens e práticas de consumo.

Fonte: Mundo do Marketing

17 outubro 2007

Camada de Ozônio

Acho que todos estão cientes do buraco na camada de ôzonio, que é uma "capa" que cobre a Terra e a protege de várias radiações, sendo que a principal delas, a radiação ultravioleta causa pelo Sol. Com isso, para alertar ainda mais esse problema, a NRDC, desenvolveu uma forma diferente de mostrar o resultado desse problema.

Pegou uma latinha de refrigerante e pintou a terra no seu topo, bem onde a camada de ozônio se encontra. Ao abrir a lata e puxar o lacre, você percebe que fez um "buraco", criando assim uma consciência de que o buraco cresce a cada ano em ritmo acelerado.

Uma mídia muito criativa para se alertar os problemas do meio ambiente que se não nos agilizarmos logo, será cada vez mais inrreversível os danos causados.

Advertising Agency: Energysource, Shanghai, China
Creative Director / Art Director / Photographer: Xiang Hao
Copywriter: Qian Jun

Vocês já perceberam que de uns anos para cá, a publicidade está usando todas as suas forças para criar a conscientização à preservação do meio ambiente?! Só que sem a ação individual, essas ações não valem de nada. Por isso, vamos nos ligar no que está acontecendo no mundo.

Dica: Assistam ao documentário de Al Gore "Uma Verdade Inconveniente", que traz a idéia de que a proteção ambiental responsável seja negativa para a economia é exposta no filme, através de dados científicos e outros, como sendo o que é: uma grande mentira. Confira um trecho do filme:


Link Youtube

-

11 outubro 2007

Teasers: Peugeot 308

Para promover o novo modelo da Peugeot, o 308, a agência portuguesa torke, lançou diversos teasers pelo país, dividido em três ações diferentes:

No aeroporto
Para comunicar o lançamento do 308, os aeroportos em Portugal - Lisboa, Porto, Ponta Delgada e Funchal - serviram de palco para três ações diferentes.

3.1- Promotor/Motorista nas chegadas com a placa - “308 - Prepare-se para a chegada do novo Peugeot”.

3.2- Suportes publicitários sobre os painéis das partidas e chegadas, com a frase: “Já chegou! 308”.

3.3- Caixas de transporte foram colocadas na área dos tapetes de recolha de bagagem, com a mensagem “Já Chegou! 308”.


Caixas

58 caixas de madeira foram “estacionadas”nas principais cidades do País - incluindo nas ilhas. Construídasno tamanho de um 308, estas peças pretendem despertar a curiosidade dos pedestres. Nesse sentido, um orifício foi aberto na caixa, promovendo uma “espiada”. No interior pode-se ler uma mensagem que convida o curioso a visitar uma Concessionária Peugeot a partir de dia 28 de Setembro (lançamento).

Caminhão
Dois caminhões de transporte de veículos circularam por todo o país, com três logotipos “308” do tamanho de carros, e lonas com o texto “Está chegando!”. Eles paravam em frente as concessionárias da marca, provocando a curiosidade de todos e estimulando o boca-a-boca (buzz) sobre o novo lançamento da Peugeot.
via.

Ótima ação de guerrilha, que eu acrescentaria um vídeo viral-teaser também, para completar a ação. Mas mesmo assim, gerou um grande buzz para um carro lindo como esse.
-

10 outubro 2007

Guerrilha inteligente

As estratégias de Marketing de guerrilha vêm sendo difundidas cada vez mais no país. Porém, muitos ainda desconhecem os benefícios e as ferramentas necessárias para se fazer uma "guerrilha inteligente".

O Marketing de guerrilha no país ainda é um "marketing anunciado", que não resiste às pressões do cliente e coloca a marca em exposição de forma agressiva, causando uma sensação de desconforto a quem percebe. Quase um merchandisign fora da TV. Ao contrário da "guerrilha inteligente", que é praticamente silenciosa, ou seja, o cliente percebe a marca, reflete sobre o ocorrido, mas tem a sensação de que ação faz parte do cotidiano.

Compliquei? Filosofei demais? A "guerrilha inteligente" da marca Absolut, promovida em um aeroporto da Alemanha ilustra perfeitamente o que eu quis dizer.



O vídeo deixa claro que as pessoas que esperam pela bagagem não vêem o ocorrido como uma ação de Marketing, apesar da marca estar exposta a elas. A ação é perfeita porque transmite uma mensagem simples e clara: a Absolut vodka é tão boa que nem os funcionários do aeroporto resistiram à tentação.

Reparem que durante a ação, o painel eletrônico do aeroporto exibe a mensagem: "Problemas com a sua bagagem? Ligue para...". A ação não só gera buzz, como planeja uma forma de recall imediato. Diferentemente da educação brasileira, com certeza, alguns alemães ligaram para o número com objetivo de informar o ocorrido.

Uma outra ação de "guerrilha inteligente" foi promovida pela Google no Japão. A ação baseada no conceito de flash mob, deixa uma rua movimentada do país ainda mais agitada. E os japoneses que dispõem da melhor tecnologia, sem dúvida, promoveram um pico de acessos no portal instantaneamente.


Um dia o Brasil aprende...