04 maio 2007

80% dos usuários de internet estarão no Second Life

Segundo a previsão do Gartner , 80 % dos usuários ativos de Internet e das 500 Empresas de Fortune possuirão um avatar ou outra forma de presença em ambientes virtuais como o Second Life até o final de 2011.

Gartner informou que os clientes destas empresas devem experimentar os ambientes virtuais, mas preferem fazer grandes investimentos somente quando o ambiente estiver estável e maduro.

A previsões foram apresentas durante o simpósio ITxpo 2007 - Emerging Trends, e foi acompanhado das cinco leis para guiar empresas através de incorporações virtuais.

Primeira lei: Mundos virtuais não são jogos e nem universos paralelos (ainda). Como converte-los em um canal de vendas? Esta é a primeira pergunta errada a se fazer.

Segunda lei: Por trás de cada avatar existe uma pessoa real. Usuarios corporativos devem levar em conta a reputação de suas empresas quando estiverm lidando com avatares.

Terceira Lei: Seja relevante e agregue valor. "Não subestime a possibilidade de prosperas atividades comerciais dentro da maioria dos mundos virtuais nos próximos três anos." Steve Prentice do Gartner.

Quarta Lei: Entenda e conviva com o "lado de baixo". Pergunte-se se atividades no mundo virtual podem ou não influenciar marcas no mundo real. Conteúdo adulto é uma grande parte da ecomonia virtual, porem comportamento adequado e ética devem ser levados em conta.

Quinta Lei: Esta é uma longa jornada. Ambientes virtuais foram desenvolvidos através de redes sociais, simulações e jogos online. A estabilidade e escalabilidade da maioria nos novos entrantes ainda não foi estabelecida.

Fonte: eMarketer

Um comentário:

MissMoura disse...

Quanto à quarta lei, apesar da ressalva de alguns pesquisadores, acredito que seja evidente a influência das atividades virtuais no status, exposição, recall e até mesmo nas vendas de marcas no plano real. É claro que somente um estudo detalhado poderia atestar o que estou dizendo...