02 abril 2007

Orkut: live and let die?

Como você utiliza o Orkut hoje? Como as outras pessoas utilizam? Como as empresas utilizam? As respostas são muitas: Recursos Humanos, relações comerciais, e-CRM, fonte de pesquisa em diversas áreas, fonte de informação de qualidade (por incrível que pareça), fóruns acadêmicos, networking, espionagem pessoal, profissional e federal, e por último, a razão de sua simples existência: como rede de relacionamentos.

Se você ainda não cometeu um Orkutcídio vale a pena repensar o status da rede na vida dos internautas brasileiros e de que forma as nossas relações virtuais afetam as nossas experiências reais.


*Orkuticídio: suicídio na rede, deletar sua conta, excluir-se.

2 comentários:

Reinam Ribeiro disse...

Esse assunto é muito interessante, já recebi anúncios de produtos, viagens, e eventos, nos quais realmente me interessei, e consumi.
O diferencial da realidade virtual é que as pessoas conseguem mostrar mais os seus desejos de quem pretendem ser ou até quem realmente são, quanto ao comportamento humano é impressionante ver o que pensam de si mesmos, pelas suas comunidades, seus amigos, até mesmo a foto que colocam em seu perfil.
Bem, o melhor proveito dessa ferramenta está aí, conhecer pessoas, e a partir daí cada um procure seus objetivos, simplesmente fazer amigos, ou quem sabe bons negócios.

MissMoura disse...

Olá Reinam;
Você tem plena razão quando citou que "as pessoas conseguem mostrar mais os seus desejos de quem pretendem ser". Isso é o que chamo de "gerenciamento de perfis". De acordo com seu objetivo, seja pessoal, amoroso, profissional etc, você constrói uma identidade dentro da rede. Abordarei este assunto no próximo post. Obrigada pelo comentário.